Postagens

Mostrando postagens de Novembro 19, 2013

COMO IDENTIFICAR CÓLICA NO BEBÊ

Imagem
Seu bebê chora sem parar e não se acalma quando colocado no colo? Se, além disso, você notar que ele fica com o rosto bem vermelhinho ao mesmo tempo em que puxa e contrai as pernas, esse pode ser um choro de cólica. Esses sinais são a principal indicação de que a criança está sentindo dor. “É diferente de quando o bebê está com fome, por exemplo, pois ele não se acalma facilmente e é um choro mais agudo e irritado”, orienta a pediatra da Maternidade Pro Matre Paulista Dra. Edineia Vaciloto Lima. De acordo com a especialista, esse problema é mais comum a partir da segunda semana de vida e pode permanecer até por volta de três meses. “A cólica do recém-nascido é decorrente de uma imaturidade do intestino, mas sem uma fisiopatologia específica. Com isso, não temos uma medicação específica para que ela não volte mais”, conta, ao indicar consultar o médico da criança para caso o pequeno precise de algum medicamento para aliviar as dores. Como diminuir as cólicas do bebêAo identificar a cólica…

FIMOSE EM BEBÊS

Imagem
O que é fimoseFimose é um problema comum nos primeiros anos de vida da criança. Ela se caracteriza pela impossibilidade de deixar exposta a glande (cabeça) do pênis da criança. Isso acontece graças à presença de uma pele que envolve essa região, conhecida como prepúcio. Segundo o pediatra Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros, é comum que a pele se retraia e o problema já não exista após o menino completar 3 anos. “Quase 100% das crianças do sexo masculino nascem com a glande bem fechada, mas esse quadro é passageiro”, alerta. TratamentoApenas se o prepúcio não retroceder naturalmente será preciso um tratamento, que é feito através de cirurgia (postectomia ou circuncisão). É comum operar os pequenos a partir dos 7 anos. Opinião de especialistaAlgumas práticas comuns e polêmicas estão relacionadas à maneira certa de evitar fimose no bebê. Cada médico tem uma maneira diferente de indicar os cuidados com a criança, por isso é sempre importante optar por um pediatra que seja de confiança e ten…