CUIDADOS COM AS PERSIANAS




Persiana (português brasileiro) ou estore (português europeu) é um artigo decorativo utilizado na parte interna de janelas ou portas para vedar a entrada de iluminação ou controlá-la parcialmente quando desejado; as persianas podem ser também consideradas como um tipo de cortina. Também tem função térmica: podem bloquear entrada indesejada de calor no verão e manter o calor em clima frio. Em ambos os casos, reduzem a luz em grau variado, dependendo do design.
Todos os tipos de persianas podem ser motorizados e por isso, automatizados. Persianas automatizadas podem ser controladas por painel na parede, controle remoto ou computador pessoal.fonte: Origem: Wikipédia
ILUMINAÇÃO E PRIVACIDADE
O controle da quantidade de luz natural é uma característica especial das persianas, pois elas não permitem a entrada dos raios solares, o que protege os móveis, mas deixam que a claridade chegue no ambiente, tornando-o confortável e aconchegante.Além de criar esses efeitos e sensações, as persianas proporcionam mais privacidade ao espaço onde se encontram.
MODELOS E MATERIAIS
Atualmente há uma grande quantidade de materiais, texturas, formas, cores e modelos de persianas, que permitem que se crie os mais diversos ambientes, românticos, modernos.
Existem modelos feitos de alumínio, madeira, PVC, tecidos, bambu, em forma de lâminas horizontais ou verticais, retas ou onduladas, painéis ou até parecidas com uma sanfonaAtualmente há uma grande quantidade de materiais, texturas, formas, cores e modelos de persianas, que permitem que se crie os mais diversos ambientes, românticos, modernos.
As persianas internas podem ser horizontais (com as lâminas de alumínio) ou verticais (de tecido poliéster ou PVC). O modelo de tecido é empregado para deixar o ambiente claro, porque a luz solar entra de maneira mais uniforme.
O modelo em tecido também pode ser emborrachado, que impede a passagem da luz, por isso é mais indicado para ser colocado em dormitórios. A persiana em PVC deve ser instalada na cozinha, porque é mais fácil para limpar a gordura exalada de frituras.
As persianas horizontais internas, atraem pela sensação de leveza que proporcionam. As lâminas têm larguras de 15 e 25 milímetros.
VERTICAIS
Indicadas para uso residencial e comercial, as Persianas Verticais caem bem em qualquer ambiente.
Possuem uma gama enorme de padrões e cores que vão desde o Polyester, passando por Juta, PVC, Alumínio até as importadas em Jacquard e Fibra de Vidro anti-chama.
Acompanhadas ou não de Bandô as Persianas Verticais dão o toque final em sua decoração além de proporcionar grande controle de luminosidade para seu ambiente...
HORIZONTAIS
Elas são feitas em lâminas de alumínio com 25 mm e 16 mm de largura, e espessura de 0,018 e 0,021 mm.
São Monocromáticas, com cordas e cadarços em poliéster da mesma cor das lâminas, peças do mecanismo em poliacetal, controle de luminosidade através de bastões em acrílico transparente.
A pintura é em esmalte sintético especial, aplicada em processo contínuo em forno de alta temperatura, recebendo uma camada final em torno de 30/40 microns de espessura.
A durabilidade e sofisticação são garantidas pela alta qualidade e beleza das lâminas em alumínio . Suas cores são suaves e harmoniosas e tornam a decoração mais sóbria e elegante, proporcionando maior privacidade e proteção do ambiente...
CORTINAS DE BAMBU
As Cortinas de bambu tem uma versatilidade retirada da natureza que deixa sua casa com uma aparência rústica, podendo ser confeccionada em painel ou rollo. O acabamento pode ser natural ou Pátina.
PERSIANAS ROLLO
Persianas rollo combinam a leveza da cortina com a funcionalidade da persiana, possuem inúmeras possibilidades de controle da luminosidade.Sua diversidade de materiais, texturas, acabamentos e cores integram qualquer ambiente com beleza, funcionalidade e qualidade superior.
Solução moderna em proteção solar, reúne beleza, sofisticação, versatilidade e funcionalidade em um único produto.É possível controlar o nível de escurecimento com toda privacidade, pelas inúmeras opções de tecidos térmicos, decorativos ou blackout, além de possuir acionamento elétrico ou manual.Proporciona conforto térmico e visual, além de reduzir o consumo de energia. Capaz de cobrir grandes vãos: até 30 metros em um único tecido.
PERSIANAS DUETTE
Persianas Duette reúnem elegância, estilo e tecnologia, oferecendo soluções inovadoras no seu projeto de decoração.Com uma variedade de coleções de tecidos e acionamentos combinados, a Duette resulta em um toque ousado e charmoso para qualquer tipo de ambiente.
Seu destaque fica no tecido em formato especial, em camadas de células, com vários níveis de luminosidade, desde a transparência até o escurecimento total, propiciando bloqueio de até 98% dos raios UV e protegendo assim o mobiliário e piso em cada ambiente.fonte: Tahiti Persianas
2 Simuladores de ambientes
Aqui voce pode simular e comparar tipos de persianas, suas cores e as cores das paredes.
DENTRO DO VÃO DAS JANELAS OU PORTAS
- A profundidade do vão até a janela/porta deve ter pelo menos 6 (seis) centímetros para persianas horizontais e 12 (doze) centímetros para persianas verticais.
- Meça a largura interna na parte mais alta do vão e desconte um centímetro, anote esta medida.
- Meça a altura do vão do lado esquerdo, depois meça no meio e no lado direito e anote a menos medida descontando um centímetro.
FORA DO VÃO DAS JANELAS OU PORTAS
- Sua persiana ficará pelo menos 20 (vinte) centímetros maior na largura e 10 (dez) na altura para obter uma melhor cobertura.
- Meça a largura do vão na parte mais alta da abertura, acrescente mais 20 (vinte) centímetros e anote essa medida.
- Meça a altura do vão no lado esquerdo, depois meça no meio e no lado direito, acrescente 10 (dez) centímetros na maior medida e anote essa medida.
- Parapeito: Meça a medida da parte baixa do vão até o chão e desconte 5 (cinco) centímetros. Anote essa medida.
- Bandô (Acabamento): só poderá ser instalado fora do vão. Sua medida é a largura de cima mais 1 (um) centímetro. Anote essa medida com a observação “dobra de 15”.
- Se a persiana for até o chão: neste caso o parapeito é igual a 0 (zero), a altura é da parte mais alta do vão até o chão.Meça em 3 lugares (esquerdo, meio e direito), acrescente no mínimo 5 (cinco) centímetros na maior medida se o espaço acima permitir e anote essa medida.
PERSIANA DE PAREDE TODA
- Meça a largura da parede na parte mais alta e desconte um centímetro. Anote essa medida.
- Meça a altura da parede do teto ao chão, no lado esquerdo, meio e direito, desconte 5 (cinco) centímetros da menor medida e anote essa medida.
- Parapeito: informe parapeito igual a 0 (zero). Anote essa medida.
- Bandô (Acabamento): é a largura que você escreveu. Anote essa medida com a observação “bandô reto”.
Observação:
Meça com precisão pois a fábrica não fará nenhum ajuste às medidas. Essas instruções são de referência geral, qualquer dúvida confirme com seu vendedor para que sua persiana seja fabricada corretamente.
PERSIANA VERTICAL - OPÇÕES DE ABERTURA
A) Laminas recolhem para o lado do comando.
D) Lâmias recolhem para o lado oposto do comando.
Central: Lâminas recolhem do centro para as laterais.
H) Lâminas recolhem das laterais para o meio.
fonte:
http://www.rollux.com.br/
PERSIANA HORIZONTAL - ESCOLHA O COMANDO
Normal: Cordão de acionamento do lado direito.
- Bastão de giro do lado esquerdo.
Invertida: Cordão de acionamento do lado esquerdo.
- Bastão de giro do lado direito.
D - Direita: Ambos os controles do lado direito.
E - Esquerda: Ambos os controles do lado esquerdo.
Observação:Na linha horizontal temos lâminas de alumínio de 15mm, 25mm, 35mm e 50mm de largura.
BANDÔ - OPÇÕES DE TIPO
Bandô Reto
Bandô com dobra na direita
Bandô com dobra na esquerda
Bandô com dobras nas laterais.fonte: www.rollux.com.br
Persianas tipos e instalação
Manutenção
Abra totalmente sua persiana antes de fazer o recolhimento das laminas.
Para fazer a limpeza periódica de sua persiana, utilize sempre o aspirador de pó ou um espanador.
Ao efetuar a limpeza periódica das laminas de sua persiana, faça-o sempre no sentido longitudinal da mesma.
Em hipótese alguma use Vaporetto para efetuar a limpeza de sua persiana, qualquer que seja o material da mesma.
- As lâminas das persianas devem sempre ser inclinadas na posição perpendicular à janela antes de serem recolhidas (lateralmente no caso das verticais e para cima no caso das horizontais).
- No caso de falhas no funcionamento dos produtos, ligar imediatamente para a rápida realização dos devidos reparos.
DICAS DE LIMPEZA
Com o passar do tempo os ácaros, pó e mesmo a poluição do dia-a-dia, vão se decompondo e acumulando em torno de pequenos detalhes de suas persianas, as vezes inperceptível aos seus olhos.
Mas ao longo do tempo o ambiente já não se torna tão agradável e saudável para as pessoas que ali passam grande parte do seu dia.
Para que não aconteça esse desgaste é necessário a limpeza e manutenção de suas persianas para que elas sempre permaneçam limpas e contribuindo assim para um ambiente limpo e agradável.
- Faça regularmente a limpeza das lâminas de sua persiana, usando um espanador ou aspirador de pó.
- Ao efetuar a limpeza periódica das laminas de sua persiana, faça-o sempre no sentido longitudinal da mesma.
- Para uma melhor conservação e maior durabilidade dos componentes internos (mecanismo) de sua persiana, lubrifique-os periodicamente com vaselina vegetal.
- Em hipótese alguma use Vaporetto para efetuar a limpeza de sua persiana, qualquer que seja o material da mesma.
- A cada período de 2 a 3 anos, faça a lavagem de sua persiana, o que proporcionará uma maior durabilidade à mesma, não esquecendo que para isso, você deverá contratar uma empresa especializada e idônea.
A lavagem não retira:
- Desgaste do tempo (Cor Amarelada)
- Graxa (Parcialmente)
- Ferrugem (Parcialmente)
Obs.: Nas cortinas em fibra natural não aconselhamos a utilização de métodos de limpeza que se utilizam de água, pois as fibras perdem a maleabilidade e textura original. (Aconselhamos o método de aspiração).
fonte: www.rivierapersianas.com.br
O emaranhado de cordas e cadarços das persianas internas tem cara de que pode apresentar um problema a qualquer momento.Nem tudo está perdido quando cessa o movimento de subir ou descer ou se não é mais possível regular o ângulo das lâminas.A troca por cordas e cadarços novos soluciona os defeitos.
Para realizar a troca dos cadarços, os fios que interligam as lâminas da persiana horizontal, é preciso desmontá-la. Como é um processo mais demorado, não é feito no local.
As persianas internas, apesar de apresentarem um visual de frágeis, duram cinco anos sem necessitar de troca de cordas.Se durar menos, é porque algum mecanismo não está instalado de maneira correta.
fonte: www.persianascoelho.com.br
PERSIANAS DE PVC
Ressecamento provocado pelo sol pode quebrar as láminas de PVC que formam o painel.
Persianas externas com problemas sempre têm solução.
Pode ser a troca da correia que faz o painel subir e descer, das talas ou perfis (as partes de PVC que formam o painel) ou mesmo do recolhedor.
Nos modelos antigos, a substituição total das lâminas de madeira e das canaletas de ferro (peça na qual as persianas deslizam) garantem maior durabilidade.
Um dos defeitos mais comuns na persiana de uso externo é o desgaste da correia utilizada para subir e descer o painel. As de náilon ficam logo retorcidas e podem trancar, e as de algodão se desgastam rapidamente.As fitas mistas, de náilon e algodão, são as mais indicadas porque resistem melhor ao movimento de sobe-e-desce.Um manuseio adequado, sem movimentos bruscos, também garante uma fita com vida mais longa.
As peças de PVC da persiana podem ressecar em conseqüência de prolongados momentos de insolação. Assim, o engate entre uma e outra tala que forma o painel pode quebrar. O jeito é substituir a parte quebrada, se for um modelo que ainda seja fabricado. As talas de PVC são encontradas em diferentes espessuras. Para a troca ser realizada, o conjunto de PVC precisa ser desengatado e retirado.
Manuseios suaves com a persiana trazem menos problemas. Para descer ou subir, é preciso que o conjunto não esteja projetado para frente, o que evita quebrar os engates entre as talas,É preciso manusear com delicadeza a persiana para não forçar os engates e o recolhedor.Um defeito menos corriqueiro é a quebra da mola do recolhedor.
O conjunto todo, que fica na parte debaixo da janela, escondido na parede, deve ser trocado.A peça torna a persiana leve para subir e segura quando inicia o movimento de descida. A colocação de um móvel junto à janela pode obstruir o acesso ao recolhedor. O jeito é passar a peça para cima, junto ao rolo. O processo é simples de ser solucionado por um técnico.
O recolhedor, uma peça do tamanho de um CD, tem um segredo para funcionar:
é preciso fazer um movimento semelhante ao de dar corda em um relógio e ir segurando com uma das mãos para não escapar, já que a mola interna faz força no sentido contrário. Nesse momento, é preciso aparafusar a fita, que já deve estar presa no parte de cima da janela, onde a persiana ficará recolhida.O painel deve estar fechado para ser realizada a substituição.Os trabalhos de manutenção podem ser todos feitos no local.






Postagens mais visitadas deste blog

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

O PODER DE CURA DO ALHO

DICAS DE CONGELAMENTO