OS SEGREDOS DA JACA


A jaca é uma fruta originária do arquipélago malaio, introduzida e difundida no Brasil durante o século XVIII. O fruto é enorme - chega a pesar até 15 kg -, de forma ovalada ou arredondada, e nasce no tronco e nos galhos mais baixos da jaqueira. Quando madura, tem cor amarelada e superfície áspera com pequenas saliências. Seu interior é formado por vários gomos, sendo que cada gomo contém um grande caroço recoberto por uma polpa cremosa, viscosa e muito aromática.
A jaca é rica em hidratos de carbono, contendo poucas vitaminas e sais minerais. Pode ser consumida ao natural ou no preparo de doces (em calda, em massa, cristalizado) e de geléia.
Para saber se a jaca está madura e boa para o consumo, veja se as saliências estão bem desenvolvidas e amarelas. Quando pressionada com os dedos, deve ter consistência firme.
DICAS CULINÁRIAS
Para que o doce de jaca fique mais gostoso e bem molinho, só acrescente o açúcar depois que a jaca já estiver cozida.
As sementes de jaca podem ser comidas depois de cozidas. Para preparar os caroços de jaca, cozinhe em água e sal até ficarem moles.
Ao fazer doce de jaca, qualquer que seja a preparação do doce, é necessário juntar suco de limão à calda, 5 minutos antes de tirar do fogo.
CURIOSIDADES
A palavra jaca vem do nome hindu chakha.Nome científico: Artocarpus integrifolia L.
Árvore que pode atingir até 20 metros de altura, copa mais ou menos piramidal, densa e frondosa, tronco robusto.
Folhas verde-escuras e brilhantes.
Flores de sexo separado.
O fruto é de forma ovalada, irregular, com casca grossa e áspera com pequenas saliências, verde, ou amarelada. Nascem diretamente do tronco e dos galhos mais grossos e chegam a pesar até 15 Kg. e medir até 40 cm. É um sincarpo, ou seja, infrutescência produzida pela fusão dos frutos formados pelos ovários de flores vizinhas.
A parte comestível da jaca são os frutículos encontrados no interior dos grandes sincarpos. O interior do fruto é formado por vários gomos, sendo que cada gomo contém um grande caroço recoberto por uma polpa cremosa e branca, suculenta, viscosa e cheiro forte e característico, muito aromática. Os gomos podem ser de consistência um pouco endurecida ou mole, conhecidas popularmente de jaca-mole e jaca-dura. As sementes, que são tóxicas cruas, são comestíveis quando assadas, grelhadas ou cozidas. Seu gosto lembra o das castanhas, consideradas ligeiramente afrodisíacas.
Fructificação durante todo o ano.
Originária da Índia, cultivada em todos os países tropicais do mundo, foi introduzida no Brasil no séc XVIII. No Recôncavo Baiano, serve como alimento básico para comunidades rurais. A maior qualidade medicinal desta fruta saborosa é a de combater a tosse de qualquer natureza. Seus caroços agem contra a prisão de ventre. E o leite da jaca é empregado nos casos de irritação dos olhos em geral.
DOCE DE CASCA DE JACA
Receita muito boa para aproveitar as sobras. Coma sua jaca mas aproveite a casca. 2 xícaras de chá de casca de jaca, 3 xícaras de chá de açúcar, 3 xícaras de chá de água, canela em pau a gosto. Lave a casca da jaca em água corrente com uma escovinha. Descasque a jaca, desprezando aquela parte verde pontiaguda, deixando somente a parte branca, cortando em cubinhos pequenos. faça uma calda com o açúcar, as 3 xícaras de água e a canela em pau. Acrescente a casca da jaca e cozinhe até apurar. Sirva gelado.
www.portalsaofrancisco.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

O PODER DE CURA DO ALHO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO