LÁBIO LEPORINO



Infecções maternas durante a gravidez, remédios, álcool, cigarro, drogas, deficiências nutricionais e o próprio fator genético podem resultar no lábio leporino, que é uma fissura na região externa da boca ou palato (céu da boca), ocasionada pelo não fechamento dessas estruturas

"Existe ainda a questão psicológica, já que causa o isolamento social da pessoa", explica o cirurgião buco-maxilo, Roberto Azevedo.

Segundo dados das Obras Sociais Irmã Dulce, o problema atinge cerca de 261 mil pessoas no Brasil, das quais 30 mil são baianos. Atualmente, a má-formação pode ser diagnosticada durante a gravidez, em exames de ultrassonografia, por isso a importância de um bom pré-natal.

Damiana Magalhães acompanha até hoje a situação do seu filho de 16 anos, Matheus Magalhães que nasceu com lábio leporino. "Ao nascer, ele passou pela cirurgia da boca e ficou praticamente normal, mas até hoje dá trabalho para comer e ainda faz acompanhamento com os médicos", conta a dona de casa. A cirurgia de ve ser feita aos 3 mêses.

TRATAMENTO GRATUITO

Em Salvador existe o centrinho, que faz parte das Obras Sociais Irmã Dulce e atende gratuitamente a população. Para isso, basta que os pais liguem para marcar a consulta e iniciar o tratamento. "Atendemos pessoas de todas as idades. Hoje, temos cerca de 5 mil pacinetes em tratamento, sendo que a maioria é de crianças de 5 anos", conta a assistente social do centrinho, Maria Luiza.

Fonte: Jornal Massa.

Postagens mais visitadas deste blog

O PODER DE CURA DO ALHO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO