APRENDA COMO ILUMINAR SEU ESCRITORIO

Além dos móveis utilizados, os acessórios e as cores que compõem o ambiente, um projeto de iluminação adequado exerce grande influência e pode determinar o diferencial na decoração.
A industria de  Iluminação disponibiliza para no mercado uma completa linha de lâmpadas que podem ser encontradas em diversos modelos, potências e tonalidades.

Uma dica especial para escapar do uso convencional de lâmpadas em escritórios é a criação de um sistema de luz diversificado.
Cada ambiente pode ter um tipo de iluminação específico, como recepção, sala de reuniões etc.
Uma outra maneira de aplicar essa idéia é criar um sistema com vários tipos de lâmpadas que possam ser acionadas alternadamente, possibilitando diferentes tipos de iluminação em um mesmo espaço. “Trata-se de um projeto dinâmico no qual o profissional pode encontrar uma maneira criativa para quebrar a rotina do dia-a-dia, alterando suas opções de iluminação sempre que desejar”.
Um local bem iluminado é aquele que dispõe da quantidade de luz ideal para o tipo de atividade desempenhada.
Em escritórios, o exagero pode causar incômodo visual.

Um projeto inadequado sem a preocupação com o uso da luminária ideal pode ocasionar ofuscamento nas telas dos computadores e a falta de luz pode causar cansaço.
É importante também estar atento à temperatura de cor da lâmpada que é responsável pela tonalidade da luz produzida no ambiente.
Uma das tonalidades indicadas para escritórios é a Branca Neutra (4000 Kelvin).

As lâmpadas mais indicadas para a aplicação em escritórios são as fluorescentes compactas, fluorescentes tubulares e também as lâmpadas halógenas.
É preciso ter em mente tambem,  a importância do aproveitamento da luz natural, que deve ser considerada, porém não anula o valor de um projeto lumínico bem estruturado, afinal, em dias nublados ou para atividades em horários noturnos a iluminação artificial (lâmpadas) é indispensável.

Segurança

Quando você liga varias lâmpadas ou aparelhos numa mesma fonte (tomada,extensão, etc.) existe o risco de sobrecarga e eventual curto circuito (pegar fogo…).
É muito importante ter a opinião de um técnico.
Mas uma maneira simples de prevenir curto-circuito, é colocar a mão (pessoa calçada) no parte externa (plastificada) do fio e sentir se ele está esquentando, se for o caso desligue imediatamente e chame um técnico eletricista.

Fonte:fazfacil.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

DICAS DE CONGELAMENTO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

O PODER DE CURA DO ALHO