COMO UTILIZAR OVOS SEM RISCO DE SE CONTAMINAR

Seis em cada dez pessoas que têm o hábito de comer ovo cru ou malcozido já sentiram alguns dos sintomas da salmonela – leia-se febre, diarreia, dor de estômago e náusea. “Duplo risco, já que se a infecção cair na corrente sanguínea pode levar à morte e também porque essa bactéria é a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde”, conta a nutricionista Daniele Leal, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), em Piracicaba (SP), que acabou de apresentar uma tese de mestrado sobre o assunto. Para ficar fora dessa estatística, tome as providências recomendadas:

*Na hora da compra, escolha o produto mais fresco, conforme a data de validade.

*Não leve ovos quebrados, rachados ou sujos.

*Opte pelos que estão no refrigerador.

*Em casa, retire da embalagem de papelão e coloque em um plástico com tampa.

*Consuma até a data de validade. Se deixar os ovos na geladeira, saiba que a refrigeração evita a proliferação de bactérias.

*Antes do preparo, lave a casca com água corrente e seque antes de quebrar, sempre lavando as mãos na sequência.

*Se decidir cozinhar, conte sete minutos após o início da fervura da água, não menos que isso.

*Em outras preparações, a gema e a clara devem ser bem-cozidas.

 Fonte:www.anamariabraga.uol.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

O PODER DE CURA DO ALHO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO