BENEFÍCIOS DA COMIDA EM VAPOR

Quem quer manter uma alimentação saudável deve ficar atento à forma de preparo das receitas. Uma excelente alternativa é cozinhar os alimentos no vapor. Dessa forma você não precisa acrescentar gordura e ainda assim elabora uma refeição muito saborosa e mais saudável!

Quando cozidos na água, ingredientes como brócolis, couve-flor, vagem, espinafre e cenoura podem perder parte de seus nutrientes no líquido. Um desperdício! Além disso, eles podem amolecer demais e ficar mais pálidos. Porém, quando preparados no vapor, eles mantêm a cor viva, preservam mais os nutrientes e ainda ficam crocantes e saborosos.

O equipamento necessário
Se você ainda não tem uma panela própria para preparar alimentos no vapor, aqui vai uma dica. Pegue uma panela larga e funda e um escorredor de macarrão ou uma peneira de alumínio que se encaixe na “boca” da panela. Essa forma de cozimento é tão prática que você pode cozinhar vários alimentos ao mesmo tempo. Quer um exemplo? Você pode colocar no fundo da peneira ou do escorredor uma camada de filés de peixe e, por cima, distribuir legumes variados, como espinafre, cebolas e tomates.

Os passos para cozinhar no vapor
1-    Para que o cozimento seja rápido e uniforme, corte os alimentos em pedaços do mesmo tamanho.
2-    Coloque-os na peneira ou no escorredor, sem pressionar. Assim o vapor poderá circular facilmente.
3-    Coloque água na panela e leve-a ao fogo. Mas não exagere na quantidade: os ingredientes não devem entrar em contato com o líquido.
4-    Quando a água ferver, encaixe o escorredor ou peneira na panela, tampe-a e abaixe o fogo.
5-    Procure não destampar a panela durante o cozimento, evitando interromper a circulação do vapor.
6-    Respeite o tempo de cozimento: verduras e legumes ficam prontos em cerca de 10 minutos, enquanto peixes e frutos do mar levam de 15 a 20 minutos.

Capriche nos temperos
Para preservar a cor e a umidade dos legumes, não acrescente sal antes de cozinhá-los. Invista em ervas e condimentos para temperar os alimentos. Louro, alecrim, tomilho, pimenta-do-reino, manjericão, manjerona e orégano dão um delicioso sabor à receita. Se quiser, depois de pronta, coloque um pouquinho de azeite extravirgem.
Fonte: sadia.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

O PODER DE CURA DO ALHO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO