CUIDADOS COM OS PÉS

Não basta, apenas, visitar a pedicura. É importante ter cuidados diários com os pés. Não só está a contribuir para que fiquem impecáveis no Verão, quando usa sandálias, mas também a contribuir para o seu bem-estar!
LIXE OS PÉS
A pele dos pés é mais espessa e resistente do que a de outras áreas do corpo, por isso facilmente a sola fica com calosidade e células mortas. Assim, para retirar o excesso de calosidade deve limar, semanalmente, a região dos calcanhares e a sola com uma lima própria para os pés ou com uma pedra-pomes. A melhor altura para limar os pés é depois do banho, já que a pele está mais mole.
PÉS MACIOS
Para amolecer a pele dos pés deixe-os de molho, durante dez minutos, em água morna com vinagre (para cada litro de água acrescente meio copo de vinagre). De seguida, massageie os pés com óleo de amêndoas ou com um creme hidratante. Faça isto uma ou duas vezes por semana.
Esta é também uma boa altura para limar os pés e as unhas, mas antes de massagear os pés com o creme.
UNHAS IMPECÁVEIS
Corte as unhas de quinze em quinze dias, de preferência depois do banho. Use um alicate ou uma tesoura para as cortar. Também pode simplesmente apará-las com uma lima, sobretudo se for regularmente à pedicure. Não deve cortar demasiado as unhas nem deixá-las muito compridas. O fato de estarem muito compridas contribui para a acumulação de resíduos e sujidade; e se as cortar demasiado pode correr o risco de lhe encravar uma unha.
CUIDADO COM A CUTÍCULA
Para ter umas unhas apresentáveis, o ideal é empurrar a cutícula cuidadosamente com uma espátula própria. O excesso de pele pode ser removido com o alicate, mas tem de ter muito cuidado, pois pode correr o risco de ter uma inflamação. Se não estiver habituada a retirar o excesso de pele, depois de empurrar a cutícula, o melhor é deixar esta tarefa para a pedicure.
LAVE OS PÉS
Lave muito bem os pés! Não basta deixar que escorra a água enquanto toma um banho. Deve passar com a esponja entre os dedos. Depois do banho, é importante secar muito bem os pés, pois a umidade acumulada pode dar origem a micoses.
USE PROTETOR SOLAR
Na praia, coloque protetor solar nos pés. Apesar de terem uma pele mais resistente, não devem de forma alguma ser esquecidos. Além de evitar que a pele fique ressequida, está igualmente a prevenir o cancro de pele.
COMO EVITAR OS CALOS
O uso de sapatos apertados, não arejados e de salto alto facilita o aparecimento de calos. Estes devem ser retirados por uma especialista. Mas, a calosidade que costuma aparecer na zona dos calcanhares e na sola dos pés não passa de uma reação natural da pele ao atrito causado pelo andar, pela má postura ou pelo uso de certo tipo de calçado. Para atenuar esta calosidade, deve limar os pés, corrigir a postura e usar calçado confortável. Se não fizer nada, a calosidade acumula, o que é pior.
IMPORTANTE
Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.
Andar sempre calçado para evitar o engrossamento dos pés.
Usar tênis e meias macias, de preferência de algodão, que absorve melhor a transpiração e protege os pés dos fungos e bactérias causadores de micose e mau cheiro;
Se usar sapatos de saltos prefira os com plataforma e bico mais largo (quadrado). Os com plataforma forçam menos a curvatura dos pés e os bicos mais largo diminuem o aparecimento de joanete e calosidade.
Prefira sapatos de material macio,mas não mole e com forro de tecido claro para evitar manchas na pele.
Procure a pedicure semanalmente e use hidratantes antes de dormir;
Examine os pés todos os dias e procure um profissional em caso de calos, calosidade e qualquer inflamação ou infecção;
Trate a pele demasiadamente seca ou com transpiração excessiva;
Seque bem com um pano suave, inclusive os pedaços interdigitais.
CUIDADOS COM OS PÉS DOS DIABÉTICOS
- Quando voçê tem diabetes seus pés necessitam de atenção especial.
- As razões para o maior risco de infecção nos pés estão associadas a hiperglicemia crônica (açúcar alto no sangue).
- A glicemia elevada tende a lesar as artérias que transportam o sangue para pernas e pés, podendo também prejudicar a resposta imunológica do organismo a infecções, ou ainda comprometer os nervos dos pés.
- Quando os nervos são danificados (neuropatia),voçê perde a habilidade de sentir calos e frio,pressão e dor.
- Voçê pode apresentar formigamento, sensação de agulhadas, queimação e até dor que piora quando está deitado, dificultando o sono.
- Aperda de sensibilidade leva á perda proteção, voÇ~e deixa de perceber lesões, bolhas e até úlceras.
- A lesão arterial é percebida pelo exame dos pés feito por seu médico. A doença vascular ocorre em diabéticos com glicemia elevada por longo tempo, pessoas sedentárias e é mais frequente em fumantes.
- Quando a doença arterial é mais importante surgem sintomas como dor nas pernas e pés câimbras alteração da cor dos pés (palidez). A dor piora quando anda e alivia de movimento.
COMO PREVENIR:
01- Tratar a hiperglicemia - o bom controle de sua glicose previne as complicações crônicas.
02- Dê uma boa olhada nos seus pés diariamente. Examine quanto a persença de frieiras, cortes, bolhas, vermelhidão ou infecção nas unhas.
03- Higiene - pés sempre limpos, nunca use água quente e seque bem entre os dedos.
04- HIdratação - use creme ou loção hidratante nos pés e pernas.
05- Use meias de algodão sem costura, os sapatos devem ser confortáveis, nunca apertados ou de plástico, não ande descalço.
06- Cuidados com as unhas - corte as unhas de 3/3 semanas e lixe 01 vez por semana, deixando as laterais arredondadas. Trate as micoses e não retire as cutículas.
07- Não use adesivos em calosidades e em caso de ferimentos procure seu médico.
08- Aumente a sua atividade física para promover boa circulação.
AS DOENÇAS MAIS COMUNS DOS PÉS, SEGUNDO A SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA SÃO:
- Infecção por fungos: 62,84%
- Calos: 12,25%
- Joanetes: 11,22%
- Pronação exagerada: 9,94%
- Pé chato: 8,35%
- Ecsema: (lesão causada por alergia: 8,05%
- Pé virado para fora: 1,19%


Postagens mais visitadas deste blog

DICAS DE CONGELAMENTO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

O PODER DE CURA DO ALHO