CUIDADOS COM OS QUADROS E MOLDURAS




- As cores do quadro devem estar presentes em algum móvel ou objeto de decoração, como tapetes e almofadas.
- O tom da moldura também deve acompanhar alguma das cores existentes na tela.
- Quem gosta de uma decoração moderna deve optar por quadros “clean”.
- Não se deve exagerar na quantidade e no tamanho dos quadros em cômodos pequenos, principalmente se eles já têm muitos móveis.
- Não existe quadro indicado para este ou aquele ambiente. Entretanto, o estilo do quadro pode acompanhar o estilo da decoração.Por exemplo, se a sua sala de jantar é clássica, uma boa pedida é um quadro de natureza morta.Na sala de estar do mesmo estilo, telas de paisagem caem bem.
- Ambientes modernos pedem quadros com texturas ou gravuras.Existem reproduções de bom preço no mercado.
- As molduras são dispensáveis em muitos quadros. Entretanto, se a tela for a óleo é indicado o uso da moldura.
- Para realçar a beleza dos quadros, pode-se optar por luzes direcionadas embutidas em gesso.
- Se for uma gravura protegida por vidro, tenha cuidado para que o vidro seja anti-reflexo. Caso contrário, o quadro vira um espelho.
- Antes de pendurar os quadros na parede, faça a composição que você imaginou no chão.Assim você terá uma idéia de como vai ficar, sem correr o risco de furar a parede desnecessariamente.
OS 10 MANDAMENTOS PARA EMOLDURAR
1. O desenho de uma moldura deve ter relação com o tema e o “peso” da obra.Exemplo: um quadro simples e “leve” combina com uma moldura reta e pequena.
2. Uma moldura côncava aumenta a impressão de perspectiva sugerida em uma obra.
3. Uma pintura sem perspectiva pede uma moldura convexa que a solte da parede.
4. Trabalhos densos pedem molduras de linhas fortes para conter a imagem.
5. Trabalhos delicados pede molduras simples e leves.
6. Deve-se sugerir molduras com linhas para telas lineares.
7. Cores marcantes no passe-partout ajudam a separar a imagem da moldura, criando uma sensação de perspectiva.
8. Tonalidades claras – como o bege – devem ser usados para acentuar as cores.
9. Quando for necessário o uso do vidro – caso dos trabalhos em papel -, deve-se pensar na utilização de vidros anti-reflexo.
10. Para pintura com cores quentes – vermelho, marrom e amarelo – predominantes, o apropriado é usar molduras de cores igualmente quentes; quando elas forem de cores frias - azul, verde e branco -, o correto é a utilização de molduras prateadas ou de cores similares.
Fonte: Moldunet
CUIDADOS COM TELAS EMOLDURAS
- Para limpar molduras, comece tirando o pó com um pano ou pincel – se ela for trabalhada. Na parte de trás da moldura, faça uma revisão mais detalhada e periódica para preserva-la de traças e insetos.
- Para evitar que os quadros marquem a parede, cole em cada canto interno da moldura uma rodelinha de cortiça.
- Os quadros à óleo pedem limpeza cuidadosa, duas vezes ou mais ao ano, caso fiquem expostos à poeira.
- Nunca use aspirador de pó em nenhum dos lados do quadro. A sucção pode estalar a pintura.
- Da mesma forma, diga não ao espanador, que também pode danificar a tela.
- Evite que o sol bata diretamente sobre as telas.
- Leve os quadros ao moldureiro pelo menos uma vez por ano. Assim, ele poderá fazer uma limpeza completa e cuidadosa no objeto e aplicar um remédio para que ele fique livre dos cupins.
- Observe periodicamente se existe mofo ou algum tipo de infiltração na parede. Qualquer descuido neste sentido pode danificar o quadro.
- Não passe cera na moldura. Normalmente ela já é colocada na tela quando já está encerada.
- Se tomar muito sol o quadro pode até empenar. Por isso, o controle da quantidade de luz é fundamental.
Fonte: Moldunet

Postagens mais visitadas deste blog

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO

O PODER DE CURA DO ALHO