OS SEGREDOS DA BANANA


NOMES POPULARES - Banana (bananeira)
NOME CIENTÍFICO - Musa X paradisíaca L. / família Musaceae.
ORIGEM - Ásia
PARTES USADAS - Folhas e frutos.
CARACTERÍSTICA DA PLANTA - Planta com caule suculento e subterrâneo, cujo "falso" tronco é formado pelas bases superpostas das folhas. Folhas grandes de coloração verde-clara e brilhantes. Flores em cachos que surgem em séries a partir do chamado "coração" da bananeira.
FRUTO - Alongado, de casca mole, com a polpa carnosa de coloração amarelada, variável de acordo com a variedade.
CULTIVO - Propaga-se por rizoma, por não possuir sementes. Pode ser plantada em todo o território brasileiro durante a estação chuvosa, produzindo o ano todo. As variedades mais cultivadas são: prata, nanica, maçã, terra e pacova. Cresce em áreas com muito sol e não suporta solos encharcados. Um cacho fornece de 5 a 40 Kg, dependendo da variedade.
CONSERVAÇÃO - A maioria das bananas é mais doce quando a casca amarela não tem nenhum traço verde e fica cheia de pontinhos marrons. Para retardar o amadurecimento, mantenha as bananas na geladeira; a casca ficará marrom mas a polpa continuará firme e cremosa por alguns dias.
INFORMAÇÕES GERAIS -
Quando não maduras, as bananas são, em geral, de cor verde. Seu sabor é adstringente e intragável; diz-se que ela "pega" na boca. Isto porque, antes da sua maturação, as bananas se compõem, basicamente, de amido e água. Tanto é assim que, com a maioria das bananas verdes, pode-se produzir uma farinha extremamente nutritiva, que tem inúmeras aplicações na alimentação. Em seu processo de amadurecimento, a maior parte desse amido contido nas bananas transforma-se em açúcar (glicose e sacarose). E é por isso que, de maneira geral, a banana é uma das frutas mais doces entre todas as frutas.
Bananas, existem muitas. As comestíveis são agrupadas em variedades de acordo com a consistência e a coloração da casca e da polpa. Mas, para cada função ou uso, uma é melhor do que a outra, respeitando-se as preferências regionais e pessoais. Bananas de mesa são, por exemplo, as variedades maçã, ouro, prata e nanica, que na verdade é grande, levando esse nome em virtude da baixa altura da planta em que nasce. Bananas para fritar são as variedades de banana da terra e figo; a nanica, deve ser preparada apenas à milanesa porque, do contrário, desmancha-se na fritura. A banana-chips, novidade deliciosa do norte do Brasil, é feita com a variedade pacova. Banana para cozinhar é especialmente a variedade da terra; e também no norte, a pacova. Banana para preparar a passa é a prata; bananas para compotas são as variedades figo e nanica; banana para bananadas, doces de colher e de cortar, são de preferência a prata, mas também a nanica; banana para farinhas são quase todas quando verdes. Além disso tudo, as bananas entram como ingrediente em uma grande quantidade de pratos salgados típicos das culinárias regionais brasileiras. Considerada por muitos, a fruta perfeita, a banana é fruta de muitas qualidades: amadurece aos poucos, fora do pé, facilitando a colheita, o transporte e o aproveitamento; é fácil de mastigar, nem muito dura, nem muito mole, não dá trabalho para descascar; é fácil de comer e não suja as mãos com sucos e caldos; tem um gosto bom, nem doce demais, nem azeda; não é enjoativa ou indigesta, é altamente nutritiva, bastando umas poucas para matar a fome; e totalmente aproveitável e sem caroços; não tem espinhos, nem fiapos e nem bichos, nasce em todo tipo de solo e pode ser encontrada durante o ano inteiro.
O Brasil é o maior produtor e consumidor mundial de banana. Colhe anualmente, cerca de 570 milhões de cachos, o que corresponde a um volume de pelo menos 15 milhões de toneladas, em uma área plantada de cerca de 500 mil hectares. A tendência, no país, é aumentar a exportação, embora ainda haja espaço para o crescimento do consumo no mercado interno.
www.todafruta.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

DICAS DE CONGELAMENTO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

O PODER DE CURA DO ALHO