OS SEGREDOS DA AMENDOA


A amêndoa, que vemos como um tipo de fruto seco, é tecnicamente a semente do fruto da amendoeira, uma árvore gloriosa de tamanho médio com pequenas flores rosa e brancas. Tal como os seus primos, o pessegueiro, cerejeira e árvore de alperce, a amendoeira contém frutos com sementes semelhantes a pedras (ou fossos) nos interior.
A semente do fruto da amendoeira é aquilo a que nos referimos como amêndoa. As amêndoas são de cor creme, cobertas por uma pele fina acastanhada e envolvidas numa casca dura.
As amêndoas são classificadas em duas categorias: doces (Prunus amygdalu var. dulcis) e amarga (Prunus amygdalu var. amara). As amêndoas doces são a variedade comestível. Têm uma forma oval, uma textura normalmente maleável e um sabor maravilhosamente amanteigado. Estão disponíveis no mercado ainda dentro da casca ou a casca retirada.
As amêndoas descascadas estão disponíveis inteiras, cortadas ou em pedaços, quer na sua forma natural, com a pele, ou peladas, com a pele retirada.
As amêndoas amargas são usadas para fazer óleo de amêndoa que é utilizado como agente de condimento para alimentos e licores como o Amaretto. De outra forma não são comestíveis pois contêm naturalmente substâncias tóxicas como o ácido hidrociânico. Estes componentes são removidos quando se fabrica o óleo de amêndoas.
34.50 grs / 205.83 Calorias Origem e dispersã
A amendoeira é originária das regiões quentes e áridas do Oeste da Ásia, sendo levada, provavelmente, para a Grécia e Norte da África durante a época pré-histórica. Alguns autores, porém, consideram o Norte da África como local de origem desta espécie.
CARACTERÍSTICAS
A amendoeira é uma planta bastante semelhante ao pessegueiro, porém, em geral, apresenta maior porte em tronco mais grosso; são um pouco mais curtas e de um verde mais claro; as flores são róseas claras e o fruto é oblongo, comprido e de um verde acinzentado. A parte comestível é a semente (amêndoa).
CLIMA E SOLO
A amendoeira é uma planta de clima temperado, podendo ser cultivada do Rio Grande do Sul até Minas Gerais. Apresenta boa adaptação a diversos tipos de solo, exceto os compactados e encharcados.
VARIEDADES
Devido ao fato de que a amendoeira não ser cultivada comercialmente, no Brasil, não foram encontradas descrições dos cultivares utilizados.
UTILIZAÇÃO
A amendoeira é utilizada, em alguns países, em cruzamentos com outras espécies do gênero Prunus, principalmente visando à obtenção de porta-enxertos para pessegueiros, nectarineiras e ameixeiras.
FAMÍLIA
JUGLANDACEAE
Árvore de 15 a 30 m de altura. Tronco ereto, casca inicialmente lisa tornando-se áspera e fendida, de coloração acinzentada e com ramos pilosos quando novos. Folhas compostas, pinadas, com 11 a 17 folíolos oblongo-lanceolados, de margem serrilhada, acuminados, pilosos, de 10 a 20 cm de comprimento. Inflorescência terminal, com flores sésseis, pequenas e esverdeadas. Fruto noz, oblonga, casca dura, lisa com a coloração pardo-acinzentada, apresentando manchas negras, ápice e tamanho variáveis. Semente (amêndoa) rica em óleo e proteínas, revestida por uma pelícola pardo-avermelhada.
OBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCIA
Espécie que perde parcialmente as suas folhas na estação seca. Originária da América do Norte e Central.
USOS MAIS FREQUENTES
Fruto com semente (amêndoa) comestível, podendo ser consumida ao natural, assim como utilizada no preparo de bolos e doces.
FLOR
Setembro a outubro.
FRUTO
Março a maio.
FONTE:www.portalsaofrancisco.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO

O PODER DE CURA DO ALHO