DENTES SAUDÁVEIS A VIDA INTEIRA



Um sorriso bonito abre muitas portas. E não é so isso: cuidar bem dos dentes desde criança pode evitar problemas sérios - até no coração!
Todo mundo quer ter aquele sorrisão de propaganda de creme dental, não é mesmo? Mas para ter uma boca saudável da infância á velhice, é preciso adotar va´rios cuidados. Essa uma realidade diante do cotidiano de muita gente. "No Brasil, há cerca de l bilhão de dentes cariados", afirma Artur Cerri, da Sociedade Paulista de doenças da Boca e Câncer Bucal.
Alé de causar gengivites e cáries, a falta de cuidados com os dentes pode causar sérias doenças cardíacas. As bactérias passam pelas lesões da boca, pegam carona na corrente sanguínea e "estacionam" no coração. No final das contas, isso aumenta o rsico de infarto.
Por isso, prevenir é muito importante. Além de fazer a higiene diária, com escova e fio dental, é necessário ir ao dentista pelo menos uma vez ao ano.
Veja o que fazer em cada fase da vida para garantir um sorriso saudável, digno de comercial!
DE 0 A 5 ANOS
Os cuidados devem começar na gravidez. As gestantes devem consumir muito cálcio (leite) e fósforo (cereais integrais), para a boa formação da arcada dentária do bebê. Na fase da amamentação, é preciso limpar a gengiva da criança com uma fralda de pano umedecida em água filtrada, três vezes ao dia. Quando surgirem os primeiros dentinhos, eles devem ser limpos com escovinhas próprias para cada idade, também três vezes ao dia.
DICA: Use creme dental infantil sem flúor. Ao engolir essa substância, a criança pode sofrer alterações nos dentes permanentes, que esão em formção.
DOS 6 AOS 10 ANOS
Nessa fase, muitas mães erram ao descuidar da higiene dos dentes de leite. Pois saiba que as cáries podem passar para o dente permanente por meio da raiz. Para resolver isso, é preciso fazer um tratamento de canal ou extrair o dente. A aplicação de flúor deve ser feita todos os anos. E é importante que a criança consuma leite e derivados (queijos e iogurtes). Esses alimentos têm cálcio, que é essencial para manter os dentes sadios.
DICA: O consumo abusivo de refrigerantes impede a absorção de cálcio. Isso enfraquece os dentes e pode causar a perda precoce do esmalte dentário.
DOS 11 AOS 20 ANOS
Essa é a fase dos aparelhos ortodônticos . Os removíveis costumam ser os mais indicados para crianças com dentes de leite. Já o aparelho fixo é mais usado para tratar a dentição permanente. Por volta dos 18 anos, os dentes do siso podem começar a nascer, causando desconforto ou dor, mesmo quando anida não saíram da gengiva. É importante procurar um dentista: ele verá se vai ter espaço para comodar esses dentes ou se eles deverão ser extraídos.
DICA: Cuidado co piercing na língua. Ele pode causar alergias, mau hálito, alterações na fala e inflamações que podem levar á perda dos dentes.
DOS 25 AOS 45 ANOS
De cada 4 pessoas com mais de 25 anos, 3 possuem algum tipo de doença da gengiva. Pode ser uma gengivite - que ataca só o tecido mole - ou uma periodentite crônica, em que até o osso é afetado. Na maioria dos casos, não há dor. Porém, se o problema piorar, a pessoa pode perder alguns dentes. Essas doenças preocupam os dentistas, pois podem causar infecções no coração e até infarto.
DICA: Se, de repente, algum dente ficar sensível a gelados e a doces, significa que sua restauração pode ter infiltração. Vá ao dentista com urgência!
DOS 46 AOS 59 ANOS
Nessa idade, é comum que apareçam inflamações ans gengivas, principalmente das mulheres. Isso pode estar relacionado a um desequilíbrio hormonal. Redução do volume da gengiva e sangramento são os principais sintomas. Quemusa prótese precisa ir ao dentista para avaliar a estabilidade do abjeto e verificar se é necessário fazer um preenchimento ou substituir a base da dentura.
DICA: Se voçê tiver muito sangramento na gengiva, troque o fio dental por uma escova interdental. Ela é melhor para quem tem dentes distantes entre ´si.
DOS 60 AOS 80 ANOS
Remédios contra ansiedade e contra hipertensão são comuns na "farmacinha" dos idosos. Esses medicamntos podem diminuir a produção de saliva., causando secura na boca. Isso dificulta a fixação de prótese e abre portas para a multiplicação de germes. A boa notícia é que já existem géis e cremes que aliviam a sensação de secura e ajudam a fixar a dentadura. Lembre-se: dentes saudáveis ajudam a comer direito, e uma boa alimentação previne doenças.
DICA: Como a mucosa bucal dos idosos é mais frágil, os bochechos devem ser feitos com anti-sépticos sem álcool. Os hábiots de higiene devem continuar sempre!
FONTE: Revista Ana Maria.

Postagens mais visitadas deste blog

DICAS DE CONGELAMENTO

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

O PODER DE CURA DO ALHO