CACHORRO QUENTE

O famoso pão com salsicha, também conhecido como hot dog, faz sucesso em barraquinhas por todo o mundo. Fique por dentro da origem desse sanduíche, que agrada crianças e adultos, e confira os truques para deixar sua receita mais saborosa.

A história
Dizem que o cachorro-quente surgiu na Alemanha, no século XIX. Reza a lenda que o açougueiro e produtor de linguiças Johann Georghehner batizou a receita em homenagem a seu cãozinho da raça bassê. Mas foi nos Estados Unidos que o cachorro-quente ganhou popularidade. Em Nova York, por exemplo, é comum encontrar carrinhos de hot dog pelas ruas. Por lá, eles são acompanhados de cebola, chucrute (conserva de repolho) e mostarda, costume, por sinal, parecido com o alemão. No Brasil, o cachorro-quente tornou-se popular na década de 1940, com a vinda de norte-americanos para as bases militares durante a Segunda Guerra Mundial. A partir de então, o sanduíche se tornou uma das preferências nacionais. Em festinhas infantis, lanchonetes e estádios, ele faz o maior sucesso! E, além do sabor tradicional, hoje encontramos outras variedades, como os feitos com salsicha de frango ou de peru.

Para um hot dog nota 10
- Capriche na escolha do pão: fique entre o tradicional pão de cachorro-quente ou o francês.
- Invista em acompanhamentos de dar água na boca: maionese, mostarda, ketchup, queijo fundido ou prato derretido, purê de batata, relish (conserva) de pepino, salada de repolho e cenoura ralada, batata palha... Ou então faça um molho caseiro com pimentão, cebola e tomate em rodelas, e adicione algumas ervas para dar mais sabor. Você pode acrescentar, também, folhas de alface ou rúcula! Uau! Seu cachorro-quente vai ficar irresistível!
 Fonte:sadia.combr

Postagens mais visitadas deste blog

COMO DESFIAR FRANGO CONGELADO NA PANELA DE PRESSÃO

DICAS DE CONGELAMENTO

O PODER DE CURA DO ALHO